A NOSSA

QUALIDADE

50000


Análises de TCA por GC/MS

300000


Análises Sensoriais


MISSÃO

Produzir produtos fiáveis para a vedação de bebidas alcoólicas de elevada qualidade e exigência, visando resultados económicos e sociais que persegue como organização.


VISÃO

Ser uma empresa de produção de rolhas de referência, destacando-se pelos produtos que coloca no mercado e pela sua atitude de aproximação e preocupação com a segurança alimentar do consumidor final, e com a gestão sustentável das florestas.


VALORES

Cultura
Qualidade

Ambição
Confiança

Dedicação
Inovação


POLÍTICA
DE GESTÃO

Satisfação dos clientes. Envolvimento dos colaboradores e fornecedores na concretização dos objectivos da empresa e da cadeia alimentar. Trabalhar sempre de acordo com as boas práticas rolheiras de forma a assegurar as propriedades da cortiça como produto natural e para contacto com alimentos. Produzir rolhas de cortiça em conformidade com os requisitos legais, estatutários e do sistema de gestão da qualidade e de segurança alimentar. Melhoria contínua da organização, garantido o modelo de comunicação na cadeia de produção de rolhas de cortiça. Contribuir para o aumento da área florestal gerida de forma responsável através dos esquemas FSC®.

FLORESTA E SUSTENTABILIDADE


A tiradia da cortiça é feita manualmente com ferramentas tradicionais, minimizando o impacto ambiental e melhorando a saúde da árvore. Como testamento do sucesso dos nossos métodos, não só estão as florestas de cortiça a prosperar, mas o total de área agrícola com sobreiros expande-se de ano para ano. As florestas de sobreiro contribuem para a retenção do CO2 da atmosfera – sequestro de carbono - diminuindo o CO2 que é um dos gases que contribui para o efeito estufa. As florestas de cortiça em Portugal são diversificadas, habitats saudáveis e suportam uma grande variedade de plantas e animais, incluído espécies em vias de extinção como o lince ibérico.

A cortiça é processada em Portugal nas instalações da MASilva3, no coração da floresta Alentejana, onde cresce, minimizando o transporte e respetiva pegada de carbono. A água usada nas instalações para cozedura da cortiça é reciclada e filtrada, e os nossos processos patenteados de limpeza e esterilização não envolvem nunca cloro ou álcool. Uma das nossas responsabilidades fundamentais é de promover ativamente as práticas de florestação responsáveis por toda a região sul de Portugal. Os distritos do Alentejo e Algarve oferecem uma quase perfeita combinação de clima e solo. Nesta região, crescem mais sobreiros do que outra região do planeta, produzindo mais de 50% da cortiça mundial.

A tiradia da cortiça é feita manualmente com ferramentas tradicionais, minimizando o impacto ambiental e melhorando a saúde da árvore. Como testamento do sucesso dos nossos métodos, não só estão as florestas de cortiça a prosperar, mas o total de área agrícola com sobreiros expande-se de ano para ano. As florestas de sobreiro contribuem para a retenção do CO2 da atmosfera – sequestro de carbono - diminuindo o CO2 que é um dos gases que contribui para o efeito estufa. As florestas de cortiça em Portugal são diversificadas, habitats saudáveis e suportam uma grande variedade de plantas e animais, incluído espécies em vias de extinção como o lince ibérico. A cortiça é processada em Portugal nas instalações da MASilva3, no coração da floresta Alentejana, onde cresce, minimizando o transporte e respetiva pegada de carbono. A água usada nas instalações para cozedura da cortiça é reciclada e filtrada, e os nossos processos patenteados de limpeza e esterilização não envolvem nunca cloro ou álcool. Uma das nossas responsabilidades fundamentais é de promover ativamente as práticas de florestação responsáveis por toda a região sul de Portugal. Os distritos do Alentejo e Algarve oferecem uma quase perfeita combinação de clima e solo. Nesta região, crescem mais sobreiros do que outra região do planeta, produzindo mais de 50% da cortiça mundial.

NO CORAÇÃO DA
FLORESTA DE MONTADO

CERTIFICAÇÕES

CERTIFICAÇÃO FSC®

Em resposta às preocupações com a deflorestação global, o Forest Stewardship Council® foi estabelecido para aumentar a gestão responsável de florestas a nível mundial. M.A.Silva Cortiças Lda é uma das poucas empresas que conseguiram obter esta certificação restrita com o código SA-COC-002297, para rolhas naturais e colmatadas.

DOWNLOAD

CERTIFICAÇÃO SYSTECODE PREMIUM

MASilva é certificada pelo Systecode com o nível Premium de acordo com as exigências máximas do setor.

DOWNLOAD

CERTIFICAÇÃO ISO9001 E ISO22000

Além de ser certificada pela norma ISO9001, que reconhece o esforço da organização em assegurar a conformidade dos seus produtos e/ou serviços, a satisfação dos seus clientes e a melhoria contínua, a MASilva é a primeira empresa portuguesa de cortiça a obter a certificação na norma ISO22000 em 2005,demonstra ao mercado que tem um sistema de gestão da segurança alimentar com capacidade de fornecer produtos seguros, ou que resultem em produtos seguros, relacionados com a segurança alimentar.

DOWNLOAD

FLUXO
DE PRODUÇÃO


A estratégia e filosofia da MASilva passa por assegurar qualidade desde a floresta até ao produto final. A MASilva trabalha em conjunto com os proprietários das florestas contratadas para monitorizar a saúde e qualidade das árvores, testando amostras antes do descortiçamento. Os nossos sistemas patenteados de limpeza e desinfeção da cortiça reduzem os níveis médios de TCA para valores abaixo das capacidades humanas de deteção, tendo a nossa equipa de controlo de qualidade um papel fulcral na organização, de forma a decidir quais os lotes de cortiça que são aprovados ou rejeitados. Os esforços do departamento de qualidade são suportados por protocolos exatos e tecnologia de ponta. Verificações por partes terceiras do nosso processo e qualidade, levam a resultados previsíveis e performance constante. A nossa organização vai de encontro ou excede os níveis de qualidade definidos por instituições europeias líderes como a APCOR, C.E.Liège e Systecode. A MASilva produz e entrega as melhores rolhas naturais disponíveis no mercado mundial, criando na perfeição o binómio rolha de cortiça - vinho. Os nossos esforços abrangem uma combinação de gestão florestal com processos altamente tecnológicos. No enquadramento dos esforços de gestão florestal e desenvolvimento de florestas e produtos sustentáveis, a MASilva tem várias unidades certificadas segundo as normas do Forest Stewardship Council® (FSC®).

MATÉRIA-PRIMA

DESCORTIÇAMENTO

Tiradia das pranchas de cortiça do sobreiro

CONTROLO DE TCA POR GC/MS

ESTABILIZAÇÃO EM ESTALEIRO

Armazenamento das pranchas durante 6 a 9 meses em piso de cimento.

COZEDURA | SISTEMA DYNAVOX®

Esterlização e desinfeção das pranchas em sistema de pressão a vapor

CONTROLO DE TCA POR GC/MS

ESTABILIZAÇÃO APÓS COZEDURA

Período de estágio após vaporização

PRÉ SELEÇÃO DE CORTIÇA

Primeira triagem das pranchas para produção

ROLHAS NATURAIS

RABANEAÇÃO

Corte das pranchas em tiras

BROCAGEM

Perfuração das tiras de cortiça

PRÉ SECAGEM

Primeira desumidificação das rolhas

CONTROLO DE TCA POR GC/MS

ROLHAS TÉCNICAS

ESTERILIZAÇÃO | SISTEMA SARA®

Processo de vaporização e esterilização dos grânulos de cortiça

CONTROLO DE TCA POR GC/MS

AGLOMERAÇÃO

Processo de produção de corpos aglomerados

CONTROLO DE TCA POR GC/MS

PRODUÇÃO DE DISCOS

Brocagem de cortiça delgada para discos

CONTROLO DE TCA POR GC/MS

COLAGEM

Junção de corpos aglomerados e discos por colas alimentares

CONTROLO DE TCA POR GC/MS

PRODUÇÃO

RECTIFICAÇÃO DAS DIMENSÕES

Rectificação exata das dimensões das rolhas

LAVAÇÃO | SISTEMA MASZONE®

Lavagem e esterilização

CONTROLO DE TCA POR GC/MS

SECAGEM

Desumidificação final das rolhas

ESCOLHA

Triagem das rolhas em qualidades visuais

MARCAÇÃO

Personalização da impressão das rolhas

TRATAMENTO

Facilitador do engarrafamento

CONTROLO DE TCA POR GC/MS

EMBALAGEM

De acordo com as especificações